Menu de Navegação

Ocupação

/ Ocupação

Descrição: É o ato pelo qual o mutuário, que precisa ausentar-se do imóvel temporariamente, solicita autorização da CDHU, e por um prazo não superior a 12 meses, para que outra pessoa ocupe o imóvel.

As prestações, taxas condominiais e contas de água e luz não são interrompidas e devem sendo cobradas normalmente.

O serviço não será concluído no Posto de Atendimento. O mutuário deverá aguardar convocação (contato telefônico ou carta) da área responsável para a conclusão do serviço.

Atenção: Em caso de cessão definitiva ver serviço de "Regularização de Contrato de Gaveta" pela similaridade de tratamento.

Taxa: Não há.

Pré-requisitos:

  1. Quem solicita: o titular do financiamento OU seu cônjuge OU seu procurador OU um dos outros participantes do financiamento.
  2. Estar em dia com as prestações.
  3. Motivo da cessão: o titular do financiamento precisa se ausentar do município onde se localiza o imóvel.
  4. O financiamento do imóvel deve ser regido por:

a) Contrato de Promessa de Venda e Compra - CPVC;

b) Termo de Adesão e Ocupação provisória com Opção de Compra - TAOPOC;

c) Contrato de Cessão de Posse e Promessa de Compra e Venda de Imóvel e outras Avenças - CCPPCVIA.

Documentos necessários:

  1. Boleto de prestação – original
  2. Documentos que comprovem o motivo da necessidade de afastamento - original e cópia simples
    1. Exemplo de documentos solicitados: Carta da empresa, Carta de hospital, Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), declaração do médico ou hospital sobre o tratamento médico;

b) A cópia fica retida.

  1. RG - original do solicitante e CÓPIA simples do titular do financiamento
    1. Original: pode ser substituído por: Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS); Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com fotografia, Carteira de Identidade Funcional com fotografia;

 

b) A cópia fica retida.

  1. Procuração - original e cópia simples

a) No caso de o serviço ser solicitado por procurador;

b) Pode ser Pública ou Particular;

c) apresentar junto com o RG (original e cópia simples) do procurador. A cópia fica retida;

d) No caso de Procuração Particular, deverá conter a firma reconhecida do mutuário, a indicação do lugar e data onde foi passada, a qualificação do mutuário e do procurador, o objetivo da outorga com a designação e a extensão dos poderes conferidos;

e) Para serviços que envolvem a alteração das condições originais do contrato - como incorporação de débitos ao saldo devedor ou dilatação do prazo de financiamento - deve estar citada expressamente na procuração a finalidade de assinar quaisquer documentos exigidos pela CDHU para o serviço específico;

f) O imóvel deve estar caracterizado na procuração, inclusive com a citação do endereço;

g) A cópia fica retida.

Se autorizado pela CDHU, será solicitada a assinatura do formulário Autorização para Cessão.

Onde requisitar o serviço: Postos de Atendimento

Descrição: A CDHU recebe denúncias sobre suas unidades habitacionais desocupadas que já tenham sido comercializadas. Considera-se unidade vaga o imóvel não habitado e sem mobília.

Taxa: Não há.

Pré-requisitos:

  1. Quem pode fazer a denúncia: qualquer pessoa.

A denúncia pode ser anônima.

  1. Informar o endereço completo do imóvel.

Documentos necessários: Não há.

Onde requisitar o serviço: Postos de Atendimento

<<Denúncia: Invasão de Imóvel>>

Descrição: A CDHU recebe denúncias sobre unidades habitacionais invadidas. Após denúncia, será feita verificação no local. Constatada a veracidade, será expedida notificação extrajudicial.
É considerado invadido o imóvel ocupado sem expressa autorização do mutuário ou que o ocupante não apresente documento que comprove a aquisição legal do imóvel. A CDHU não regulariza a mudança de titularidade a invasor.

Taxa: Não há.

Pré-requisitos:

01 - Quem pode fazer a denúncia: qualquer pessoa.

A denúncia pode ser anônima.

02 - Informar o endereço completo do imóvel.

Onde requisitar o serviço: Postos de Atendimento

Descrição: A CDHU recebe denúncias sobre unidades habitacionais alugadas. A CDHU não permite a locação de imóvel, por isso, não transfere o financiamento para o locatário.
Considera-se locação da unidade financiada, quando esta estiver ocupada por morador que paga alguma quantia ao mutuário ou terceiros, a título de remuneração pelo uso, podendo comprovar através de contrato de locação ou recibo de pagamentos efetuados devidamente assinados.

Taxa: Não há.

Pré-requisitos:

01 - Quem pode fazer a denúncia: qualquer pessoa.

A denúncia pode ser anônima.

02 - Informar o endereço completo do imóvel.

Documentos necessários:

  1. Contrato de locação ou Recibo de aluguel - original e cópia simples - 1 via.Na ausência de documento a CDHU abrirá uma "ocorrência" para posterior verificação.

Onde requisitar o serviço: Postos de Atendimento

Descrição: A CDHU presta esclarecimentos sobre as regras de uso e ocupação do imóvel e também registra denúncias de irregularidades.

A CDHU não permite que a unidade habitacional seja utilizada exclusivamente para fins não residenciais.

A CDHU define "uso misto do imóvel" a utilização do imóvel para fins residenciais e não residenciais, conjuntamente. A CDHU pode anuir ou discordar quanto ao uso, devendo ser obtida previamente a concordância da vizinhança e confirmação de que não tenha ocorrido alteração na estrutura da unidade habitacional, para a análise por parte da CDHU.

A CDHU define "uso não residencial do imóvel" a utilização para fins não domiciliares, tais como: comercial, recreativo, religioso ou associativo.

Taxa: Não há.

Pré-requisitos:

01 - Quem pode fazer a denúncia: qualquer pessoa.

A denúncia pode ser anônima.

02 - Informar o endereço completo do imóvel.

Documentos necessários: Não há.

Onde requisitar o serviço: Postos de Atendimento

Descrição: Se o contrato de financiamento ainda não foi assinado pela família, é considerado desistência e deverá ser assinado o termo de desistência. Se o contrato de financiamento já foi assinado, trata-se da anulação amigável do instrumento contratual assinado entre a CDHU e o mutuário e conseqüente retorno do imóvel ao patrimônio da CDHU. Será verificada a situação de ocupação e as condições de habitabilidade do imóvel, por meio de vistoria prévia. Caso o imóvel esteja livre de coisas e pessoas a CDHU receberá as chaves e formalizará o distrato contratual (cancelamento do contrato). Tanto o termo de desistência quanto o distrato deverão ser assinados pelo titular, os componentes de renda e o(s) cônjuge(s). Para os contratos do Programa de Carta de Crédito não há distrato.

Atenção: A CDHU não devolve o valor das prestações pagas.
O serviço não será concluído no Posto de Atendimento. O cidadão deverá aguardar convocação (contato telefônico ou carta) da área responsável para a conclusão do serviço.

Taxa: Não há.

Pré-requisitos:

01 - Quem solicita: o titular do financiamento OU seu cônjuge OU seu procurador OU um dos outros participantes do financiamento.

02 - Não existir débito de conta de luz ou água.

03 - Não existir débito com o condomínio.

04 - Não existir débito de IPTU.

Documentos necessários:

01 - Boleto de prestação - original.

02 - RG - original e cópia simples

a)Do solicitante;

b) Pode ser substituído por: Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS); Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com fotografia, Carteira de Identidade Funcional com fotografia.

03 - Instrumento contratual - cópia - 1 via.

Onde requisitar o serviço: Postos de Atendimento

Descrição: A CDHU presta esclarecimentos sobre as regras de uso e ocupação do imóvel: uso não residencial, uso misto, cessão, locação, venda, contrato de gaveta, invasão, unidade vaga.

Taxa: Não há.

Pré-requisitos:

  1. Quem solicita: qualquer pessoa.

Onde requisitar o serviço: Postos de Atendimento ou consulte este Guia de Serviços para obter outras informações.

Principais Atalhos

Publicador de Conteúdos e Mídias

Notícias CDHU

CDHU abre inscrições para sorteio de 137 casas, em Luiziânia

15/05/2020

CDHU abre inscrições para sorteio de 137 casas, em Luiziânia

Processo vai de 18 a 27 de maio e os interessados devem realizar sua inscrição por meio de aplicativo de celular ou site da estatal paulista CDHU Leia mais

Habitação abre inscrições para sorteio de 370 casas na região de Rio Preto

15/05/2020

Habitação abre inscrições para sorteio de 370 casas na região de Rio Preto

Empreendimentos estão sendo construídos nas cidades de Meridiano e Palmares Paulista; interessados devem realizar sua inscrição por meio de aplicativo de celular ou site da estatal paulista CDHU Leia mais

Secretaria da Habitação abre inscrições para sorteio de 189 casas na região de Presidente Prudente

15/05/2020

Secretaria da Habitação abre inscrições para sorteio de 189 casas na região de Presidente Prudente

Empreendimentos estão sendo construídos nas cidades de Caiabu e Salmourão Leia mais

Estatal paulista de habitação abre inscrições para sorteio de 47 casas, em Santa Ernestina

15/05/2020

Estatal paulista de habitação abre inscrições para sorteio de 47 casas, em Santa Ernestina

Processo vai de 18 a 27 de maio e os interessados devem realizar sua inscrição por meio de aplicativo de celular ou site da estatal paulista CDHU Leia mais

 Habitação abre inscrições para sorteio de 96 apartamentos em Vinhedo

15/05/2020

 Habitação abre inscrições para sorteio de 96 apartamentos em Vinhedo

Processo vai de 18 a 27 de maio e os interessados devem realizar sua inscrição por meio de aplicativo de celular ou site da estatal paulista CDHU Leia mais

Acesse também

Acesse também

Dispositivos Móveis

Baixe gratuitamente o App da CDHU nas lojas Google Play ou Apple Store