Publicador de Conteúdos e Mídias

Notícias CDHU

Voltar Listagem Notícias
Crédito: Capa ÉpocaNegócios.globo.com

28/11/2019 Quinta-feira 13:38hs

Artigo: A força da CDHU

Por Flavio Amary

A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), braço operacional da Secretaria de Estado da Habitação, foi reconhecida como a quarta melhor empresa do Brasil no setor de construção civil pela Revista Época Negócios em parceria com a Fundação Dom Cabral.

Elas elegem as melhores empresas do país em 27 setores de economia e em seis categorias: desempenho financeiro, governança corporativa, inovação, pessoas, sustentabilidade e visão de futuro.

A CDHU conquistou ainda a expressiva segunda colocação em Desempenho Financeiro e Sustentabilidade e obteve boas colocações em outras categorias. Ficou em sétimo lugar em “Visão de Futuro”, mesma posição em “Inovação”, 11º em “Governança Corporativa” e em 12º na categoria “Pessoas”.

Desde de sua fundação em 1949, a Companhia já construiu e entregou mais de 530 mil unidades habitacionais em todo o Estado de São Paulo, onde moram mais de 2 milhões de pessoas.
Atualmente, possui uma carteira de mutuários com 314 mil contratos ativos.

É também a empresa brasileira que mais atende o público com renda familiar de um a três salários mínimos, com cerca de 70% dos mutuários nesta faixa.

A premiação é, portanto, o reconhecimento público do papel da Companhia como promotora de moradia popular no Brasil e de sua relevância na solidificação das políticas habitacionais ao longo dos diversos governos.

A CDHU tornou-se uma empresa pública madura, que busca constante inovação nos projetos habitacionais e aprimoramento de seus serviços.
Apesar da crise econômica e fiscal do país, que tem afetado os orçamentos dos estados e municípios, a CDHU tem buscado adequar-se aos desafios do momento, explorando novos modelos de negócio, redefinindo suas estratégias de atuação e procurando outras fontes de recursos.

No mês de setembro, por exemplo, o governador João Doria lançou o Programa Nossa Casa que vai ampliar a oferta de moradia em todo o Estado de São Paulo, por meio da parceria entre o Poder Público e a iniciativa privada.

O Nossa Casa-CDHU é uma das três modalidades do novo programa e este mês abriu o credenciamento de empresas para a construção das primeiras moradias, em parceria com a Caixa Econômica Federal.

Serão 7.278 unidades habitacionais nas regiões de Araçatuba, Araraquara, Barretos, Bauru, Campinas, Franca, Marília, Presidente Prudente, Registro, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba.

Criatividade, inovação e parceria com a iniciativa privada são algumas das diretrizes que norteiam a nova gestão do governo de São Paulo e que foram integralmente incorporadas no trabalho da Secretaria da Habitação e da CDHU.

A sustentabilidade e a preservação do meio ambiente também estão inseridas na política habitacional do Estado, aliadas à redução dos custos de consumo e manutenção para os mutuários.

O sistema de energia fotovoltaica está sendo incorporado nos novos empreendimentos. Há ainda protótipos de conjuntos com aproveitamento de água das chuvas, a implantação de jardins drenantes nos empreendimentos e outras soluções inovadoras.

A CDHU, por meio do trabalho de colaboradores comprometidos, tem ajudado na redução do déficit habitacional e na geração de postos de trabalho, aumentando os empregos diretos e indiretos, e movimentando a economia.
Sua missão é construir lares, mas ela dá sua contribuição para uma sociedade com mais justiça e igualdade social.

Flavio Amary é secretário de Estado da Habitação do Governo de São Paulo.
 

Acesse também

Acesse também

Dispositivos Móveis

Baixe gratuitamente o App da CDHU nas lojas Google Play ou Apple Store