Tel: (11) 2505.2000 | Rua Boa Vista, 170 - São Paulo/SP- 01014-930


Notícias

CDHU sorteia 125 casas em Caconde


A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) sorteou na última sexta-feira, 7 de dezembro, 125 casas em Caconde. O evento, realizado no Ginásio de Esportes Marcelo Ribeiro, contou com a presença do superintendente de Atendimento Habitacional do Interior da CDHU, Hélio Escudero.

Para esse sorteio se inscreveram 1.361 famílias, sendo que 97 % possuem renda de até três salários mínimos. Do total de moradias sorteadas, 7% foram reservadas a pessoas com deficiência, 5% a idosos e 4% a policiais e agentes penitenciários.

O trabalhador rural, Filipe Ariel dos Santos, foi um dos contemplados. Ele mora com sua mulher e os dois filhos, pagando aluguel de R$ 400,00. “É muita emoção ter sido sorteado, não tenho nem palavras. As prestações da CDHU são menores que o aluguel. A diferença de valores ajudará muito a minha família. Com certeza nossa vida vai melhorar na nova casa”, disse emocionado.

As famílias sorteadas foram convocadas para a habilitação entre os dias 10 e 11 de dezembro, no Centro de Idosos, Rua Pedro Bazili, nº 119, Bairro Cristais. Na ocasião, deverão apresentar os documentos que comprovem os requisitos exigidos pela CDHU para ingressar no programa. Para ter direito a uma das casas é preciso ter renda entre um e dez salários mínimos, não possuir imóvel ou financiamento habitacional e não ter sido atendido em outros programas habitacionais. Além disso, é preciso comprovar ser morador de Caconde há pelo menos três anos ou atestar que o chefe da família trabalha na cidade no mínimo pelo mesmo período.

Com um investimento de mais de R$ 10,2 milhões, o empreendimento está sendo edificado na Rua Joaquim de Paula Lima, Bairro Redentor. As casas têm três dormitórios, sala, cozinha e banheiro, distribuídos em 66m² de área construída. Todos os imóveis serão entregues conforme o padrão de qualidade da CDHU, com teto mais alto, piso cerâmico em todos os cômodos, azulejos na cozinha e no banheiro, muro de divisa entre os lotes. O conjunto será entregue com toda infraestrutura urbana.

O prazo para quitar o imóvel será de até 25 anos. As prestações serão subsidiadas pelo Governo do Estado e calculadas de acordo com a faixa de renda de cada família. Assim, famílias que ganham de um a três salários pagarão o equivalente a 15% do rendimento mensal.

 


Autor: Superintendência de Comunicação


Voltar para o Índice de Notícias