Tel: (11) 2505.2000 | Rua Boa Vista, 170 - São Paulo/SP- 01014-930


Alô CDHU: 0800 000 2348



Endereços eletrônicos oficiais da CDHU:   http://www.cdhu.sp.gov.br     http://www.facebook.com/cdhusp     https://www.twitter.com/cdhusaopaulo


Notícias

Secretário apresenta PPP da Habitação para representantes de registros de imóveis e da Justiça



O secretário estadual da Habitação, Rodrigo Garcia, apresentou nesta terça-feira (15/8) a PPP da Habitação do Centro da Capital para oficiais de registros de imóveis e representantes do Poder Judiciário que participaram da regularização fundiária do terreno do Complexo Júlio Prestes, na região central da Capital. A obra está sendo realizada no terreno da antiga rodoviária da Capital, em frente à Sala São Paulo.

 

"O centro já recebeu um grande esforço do Poder Público para a sua recuperação, mas ainda não foi suficiente. Os principais equipamentos culturais estão aqui, mas a região fica vazia ao anoitecer. Por isso, a PPP da Habitação investe para repovoar esta região e para aproximar o trabalho da moradia", disse o secretário Rodrigo Garcia. Participaram do encontro Flauzilino Araújo dos Santos, Jersé Rodrigues da Silva e Sérgio Jacomino, 1º, 2º e 5º oficiais de Registros de Imóveis da Capital, respectivamente.

 

O Complexo Júlio Prestes terá 1.202 apartamentos, a nova sede da Escola de Música Tom Jobim, creche e áreas comerciais. O residencial terá um boulevard em continuidade à rua Santa Ifigênia, com 199 árvores, praça de 5,5 mil m² e 3,9 mil m² de áreas verdes. A praça Júlio Prestes também será revitalizada.

 

As primeiras 126 moradias da PPP da Habitação foram entregues em dezembro de 2016, na rua São Caetano, na região central da Capital. Também estão em obras 91 apartamentos na alameda Glete.

 

Esta PPP prevê a construção de 3.683 moradias, com 2.260 habitações de interesse social (HIS) – para famílias que ganham de R$ 810 a R$ 4.344 e com subsídio estadual - e outras 1.423 unidades de mercado popular (HMP) – para famílias com renda de R$ 4.344,01 a R$ 8.100 e sem subsídio estadual. As obras estão sendo realizadas pela empresa Canopus Holding S.A. Os investimentos da iniciativa privada em habitação, serviços e obras urbanas são de R$ 900 milhões. A contraprestação do Estado é de R$ 465 milhões, divididos ao longo de 20 anos.

 



Voltar para o Índice de Notícias